15 janeiro 2018

Encontro com a contadora de histórias Ana Esteves

A contadora de histórias Ana Esteves voltou ao nosso agrupamento  no dia 10 de Janeiro. Desta vez encontrou-se com todas as turmas do 5.º ano e com o 6.º I e apresentou as obras “A vida mágica da Sementinha", de Alves Redol e "Robinson Crusoé”, de Daniel Defoe.
Estas obras fazem parte do programa de Português dos 5.º e 6.º anos, respetivamente. A primeira conta as aventuras de uma sementinha divertida, meiga, inocente e  com muita imaginação que se vai transformando para atingir o seu objectivo: alimentar as bocas do mundo; a segunda dá-nos a conhecer a luta pela sobrevivência de um jovem marinheiro inglês numa ilha deserta, após o naufrágio do navio onde viajava.
Foi com encanto que os alunos se envolveram nesta experiência mágica da leitura e das histórias .
Deixamos alguns depoimentos:

“Eu gostei da história, porque a contadora parecia que estava a brincar com ela.” - Márcia Lopes, 5.º I

“Eu achei muito engraçado o jeito da contadora de histórias contar «A vida mágica da Sementinha»” – Evillyn Sousa, 5.º F

“Foi interessante. Enquanto a contadora estava a contar a história, eu estava a imaginar o que a Sementinha pensava.” - Inês Tavares, 5.º F

"Gostei porque a senhora contou a história de uma forma que me cativou" - Hugo, 5.º H

"Gostei muito, porque a contadora contou a história de uma maneira diferente que despertou a nossa atenção." Íris Romani, 6.º I

"Adorei, porque aprendi coisas que eu não sabia" - Iara Inês, 6.º I

"A doçura e expressividade com que nos foi contada «A vida mágica da Sementinha» fez-me transportar para países longínquos como se um sonho se tratasse." - Maria Fernanda Santos (Assistente operacional)

"Os alunos assistiram com interesse e agrado à Hora do Conto. Aliando as imagens a uma vivaz dramatização, a contadora conseguiu cativar a atenção de todos. Esta atividade despertou a curiosidade para a obra e para a leitura que se descobre na janela de cada livro" - Salomé Fernandes (Professora do grupo 220).

Novas aquisições de fundo documental

Apresentamos-te as mais recentes novidades  que podes encontrar na biblioteca da Escola Básica Dr. Costa Matos




e na biblioteca da Escola Básica das Devesas.


Vem à Biblioteca e requisita um destes livros!

11 janeiro 2018

Dia do perfil

No dia 15 de janeiro será amplamente apresentado e discutido a nível nacional um documento base para a sociedade do futuro. 

Trata-se de "O perfil dos alunos à saída da escolaridade obrigatória"




É um documento de referência  para a organização de todo o sistema de ensino tendo como alvo a formação dos  homens de amanhã, assente  numa base humanista, ou seja, centrada na pessoa humana.

Neste documento são traçadas orientações para a educação dos jovens e naquilo que se espera que eles saibam quando terminarem a escolaridade obrigatória, tendo em vista a sua  integração no mundo do trabalho e na sociedade em geral.


Podes consultar todo o documento acedendo ao link abaixo
http://www.dge.mec.pt/sites/default/files/Curriculo/Projeto_Autonomia_e_Flexibilidade/perfil_dos_alunos.pdf


Contudo, retiramos algumas ideias base.

  Pretende-se que, no seu percurso formativo, os jovens se tornem homens e mulheres que:
  • respeitem os princípios fundamentais da sociedade democrática.
  • respeitem a dignidade humana
  • respeitem exercício da cidadania, intervenham na sociedade
  • sejam solidários para com os outros,
  • rejeitem toda as formas de discriminação e de exclusão social.
  • dominem  múltiplas literacias (de leitura e interpretação, conhecimento e curiosidade científica, interpretação e expressão artística...)
  • sejam livres, autónomos, responsáveis
  • sejam capazes de lidar com a mudança e a incerteza
  • sejam capazes de reconhecer a importância dos diferentes saberes
  • sejam capazes de trabalhar  colaborativamente e de comunicar
  • reconheçam a importância da aprendizagem ao longo da vida.
Outras iniciativas serão lançadas relacionadas com este tema. 
Não fiques parado. Trata-se do



TEU FUTURO





INFORMA-TE. PARTICIPA.







09 janeiro 2018

Personalidade do mês

Maurits Cornelis Escher

(1898- 1072)



Maurits Cornelis Escher é um artista gráfico holandês apreciado por milhões de pessoas em todo o mundo.
Em pequeno não foi um aluno brilhante; mais tarde ingressou  na Escola de Arquitetura e Artes Gráficas de Haarlem, na Holanda. Durante a sua juventude, viajou por Itália e Espanha,  locais onde foi recebendo inspiração para o seu trabalho. Nessa época interessou-se por desenhos realistas de insetos, flores e paisagens. Viveu em Itália, na Suiça e na Bélgica antes de regressar à Holanda.
Gostava de motivos naturalistas e as geometrias de inspiração árabe. Trabalhou vários meios e linguagens, com destaque para a xilogravura * e a tesselação*.

*Xilogravura -gravação em madeira


*Tesselação - decoração geométrica com triângulos, estrelas ou quadrados repetidos

Criou imagens para livros, postais, guardanapos de tecido e selos.

Mas o que o tornou famoso, foram as figuras geométricas, a perspetiva e a distorção, a ilusão de ótica e as variações dinâmicas dos elementos numa mesma imagem. 

Quanto cavaleiros vês na imagem?





Autorretrato

Sabias que …?


·         foi um judeu de origem portuguesa, seu professor, quem ensinou Escher a desenhar …?

·         … era esquerdino, tal como Leonardo da Vinci…?

·         os azulejos mouriscos de Granada deram a inspiração ao artista para os seus desenhos geométricos…?



07 janeiro 2018

Ainda é Natal

Os alunos da professora Fernanda Seixas do 4ºA da Escola Básica das Matas escreveram poemas e algumas reflexões sobre o Natal. Neles espelharam os seus sentimentos e desejos não apenas para época natalícia, mas para todo o ano.










Estes textos estão reunidos num ebook com ilustrações dos alunos do 5.ºC da Escola Básica Dr Costa Matos, cujo link disponibilizamos abaixo.

https://pt.calameo.com/read/00034376468faeee5db19


Bom ano!


21 dezembro 2017

Recital de Poesia e Música

Ou Isto ou Aquilo - Recital de Poesia e Música


O último dia de aulas foi diferente para os alunos das turmas 5.ºC e 5.ºJ. Estes alunos assistiram ao Recital de Poesia e Música - Isto ou aquilo, baseado na obra poética de Cecília Meireles.


Este recital, com a participação de Lena d’água, esteve patente no Teatro Carlos Alberto até dia 17 de dezembro.  Foi uma oportunidade dos alunos conhecerem e apreciarem as sonoridades da poesia da grande pedagoga Cecília Meireles e a arte de representação.





O espetáculo começou e acabou com o conhecido poema sobre a tomada de decisões  a que estamos sempre sujeitos.

Ou isto ou aquilo

Ou se tem chuva e não se tem sol,
ou se tem sol e não se tem chuva!

Ou se calça a luva e não se põe o anel,
ou se põe o anel e não se calça a luva!

Quem sobe nos ares não fica no chão,
quem fica no chão não sobe nos ares.

É uma grande pena que não se possa
estar ao mesmo tempo nos dois lugares!

Ou guardo o dinheiro e não compro o doce,
ou compro o doce e gasto o dinheiro.

Ou isto ou aquilo: ou isto ou aquilo...
e vivo escolhendo o dia inteiro!

Não sei se brinco, não sei se estudo,
se saio correndo ou fico tranquilo.

Mas não consegui entender ainda
qual é melhor: se é isto ou aquilo.


19 dezembro 2017

De setembro a dezembro

De setembro a dezembro muitas foram os alunos e professores que passaram pelas bibliotecas escolares da Escola sede e das Devesas

No dia-a-dia, nas atividades realizadas, para ler, ver filmes, pesquisar, jogar...